Política

Projeto exige 70% da população vacinada para flexibilizar uso de máscara contra Covid-19

335Visualizações

O Senado Federal analisa Projeto de Lei da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) que estabelece que a flexibilização do uso de máscara só poderá ocorrer após o País atingir a cobertura vacinal contra a Covid-19 de, no mínimo, 70% da população.

Até o momento, cerca de 13% da população brasileira já recebeu as duas doses ou a dose única de vacina. 

A proposta da senadora Eliziane Gama prevê, ainda, que a flexibilização só poderá ocorrer após a redução do número de contágio e de mortes. Mais de 525 mil brasileiros já morreram pela doença desde o início da pandemia.

A médica infectologista Maria Isabel de Moraes Pinto lembra que a máscara, o distanciamento social e a vacina são as medidas comprovadas de combate à pandemia.

“A ideia sempre é utilizar a máscara, em todas as situações que a gente estiver em contato com as outras pessoas para diminuir a possibilidade de transmissão do vírus e lembrar que, mesmo as pessoas que já tomaram a vacina podem transmitir, elas podem ter uma infecção em sintomas e transmitir”, disse.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que mesmo as pessoas vacinadas devem continuar usando máscaras para conter a propagação do vírus, inclusive as novas variantes.

O projeto aguarda análise no Senado Federal. Agência Senado