Pernambuco

Policial Militar entrega arma a uma mulher em um bar e ela mata amiga acidentalmente, no interior de PE

124Visualizações

Uma mulher foi assassinada com um tiro no peito nessa última quarta-feira (19), dentro de um bar na cidade de Jupi, no Agreste de Pernambuco.  O PM teria deixado a mulher, Maria Ivanilda da Silva, segurar a arma que terminou com um tiro acidental, vindo a atingir o peito da vítima, Elizangela Maria da Silva, de 26 anos.  De acordo com a Polícia Civil, a arma utilizada no crime pertence a um cabo da Polícia Militar. 

Segundo as informações colhidas pela polícia, a vítima, a suspeita e o policial estavam com mais seis pessoas (três mulheres e três homens) bebendo em um bar da cidade quando o PM tirou a pistola 380 da cintura e a entregou para uma das mulheres. A mulher, que não tem habilidade para manusear a arma, teria disparado o gatilho. A bala atingiu o peito esquerdo, na altura do coração, de Elisângela Maria, que estava sentada na frente dela.

Após o ocorrido, a suspeita de atirar fugiu. O policial e o resto do grupo levaram a vítima para o hospital local, mas ela já chegou morta à unidade de saúde. Todos os envolvidos foram encaminhados para a Delegacia de Plantão, onde foram ouvidos. Na delegacia, foi identificado que a pistola do policial estava registrada em nome da Polícia Militar de Pernambuco, e não no nome dele. Portanto, de acordo com a Polícia Civil, o policial portava a arma de forma ilegal, conforme o artigo 14 do Estatuto do Desarmamento.

O CB da PMPE lotado no 10º BPM, foi autuado em flagrante por Homicídio Culposo e posse ilegal de arma de fogo, ele passará por audiência de custódia. 

Deixe uma resposta

dez − um =