Pernambuco

Novas flexibilizações entram em vigor em Pernambuco a partir da próxima segunda (2); confira detalhes

370Visualizações

Com a melhoria dos indicadores de saúde, o Governo de Pernambuco anunciou, nesta quarta-feira (28), mais flexibilizações no Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19, como a ampliação do horário para bares e restaurantes e da capacidade para eventos corporativos, a partir da próxima segunda-feira (02). Participaram da coletiva o secretário de Saúde, André Longo e a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça.

“Os bares e restaurantes poderão funcionar das 05h até a meia-noite, todos os dias da semana. É importante ressaltar que liberamos, recentemente, a apresentação musical com até três integrantes em bares, restaurantes, casas de eventos e recepção e os cuidados devem ser redobrados. Em função dessas liberações, os protocolos sanitários precisam ser seguidos e cumpridos e ainda está proibido as pessoas levantarem para a pista de dancing”, pontuou Ana Paula Vilaça.   

Para os eventos corporativos, a capacidade foi ampliada para até 200 pessoas ou 50% da capacidade do espaço, o que for menor. Hoje, o segmento pode funcionar com até 100 pessoas ou 30% da capacidade, o que for menor, com horário de funcionamento até às 23h.

Já as atividades esportivas coletivas e individuais e clubes sociais tiveram o seu horário de funcionamento ampliado para até meia-noite. Anteriormente, foi anunciado o retorno do público em eventos do tipo, com limite de até 100 pessoas. Hoje, as atividades esportivas podem funcionar até às 23h durante toda a semana.

 
Outra novidade é que as colações de grau, aulas da saudade, cultos ecumênicos, cinemas, teatros e circos tiveram a capacidade ampliada para até 300 pessoas ou 50% da capacidade do espaço, o que for menor. Os cinemas e teatros poderão funcionar até a meia-noite, durante todos os dias. Hoje, os cinemas e teatros podem funcionar até às 23h nos dias da semana e até às 22h nos finais de semana, com uma capacidade de 200 pessoas ou 50% da capacidade do espaço, o que for menor. 

“A gente continuará monitorando esses números da saúde em tempo real, por um comitê multidisciplinar, para que possamos em breve anunciar novas flexibilizações, mas tudo depende do nosso comportamento, o segmento aos protocolos sanitários, o nosso apoio e incentivo e a vacinação”, complementou a secretária. Folha PE