Pernambuco

Após mais de quatro meses, Pernambuco volta a registrar menos de mil internados em UTIs Covid-19

241Visualizações

Pela primeira vez desde o dia 6 de março, Pernambuco registra menos de mil pessoas internadas em leitos de UTI destinados ao tratamento de pacientes infectados com o coronavírus causador da Covid-19. A informação foi dada pelo governador Paulo Câmara, nesta segunda-feira (12), em pronunciamento gravado em vídeo.

No momento, são 988 internados em regime de terapia intensiva. A última vez que esse índice ficou abaixo de mil foi em 6 de março, quando havia 996 pessoas hospitalizadas. 

Paulo Câmara também destacou outros indicadores de melhoria do cenário da pandemia no Estado. “Nossa taxa de ocupação nos leitos de terapia intensiva caiu para 61%. O número mais baixo desde setembro de 2020. Com isso, são mais de 600 leitos disponíveis em todas as regiões de Pernambuco”, apontou.

Ele destacou ainda que, de acordo com relatório semanal da Organização Panamericana de Saúde, divulgado no último final de semana, Pernambuco encerrou o primeiro semestre de 2021 com a segunda menor taxa de mortalidade entre os estados brasileiros. 

“Tudo isso é fruto de muito trabalho para colocar em funcionamento a maior rede de UTIs das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, além das medidas restritivas, que agora estão sendo progressivamente diminuídas e do avanço da vacinação”, argumentou.

O gestor, no entanto, voltou a insistir que, apesar da evolução positiva nos índices, os pernambucanos não devem descuidar das medidas preventivas contra a Covid-19. “Mantenha a prevenção usando máscara. Evite aglomerações. Se chegou o seu grupo na vacinação, informe-se como proceder na Secretaria de Saúde do seu município e ajude parentes e amigos a fazer o mesmo. A pandemia não acabou. Vamos continuar nos cuidando”, concluiu. Folha PE