DestaqueEconomia

Maioria dos deputados federais mineiros é contra a redução do valor do auxílio emergencial

212Visualizações

A mobilização no Congresso Nacional pela alteração do valor do auxílio emergencial também conta com a atuação de parlamentares da bancada mineira. Embora não haja resistência dos deputados com relação à prorrogação do auxílio emergencial até o fim do ano, a mudança no valor do benefício (de R$ 300 para R$ 600) está longe de ser um assunto pacificado. Na verdade, pode ser um problema caso a medida provisória seja votada em plenário. 

A Itatiaia ouviu todos os 53 deputados federais da bancada mineira para saber o posicionamento deles sobre o assunto. Todos que responderam concordam com a prorrogação. Mas, a maioria, é contra a redução do valor, de R$ 300 para R$ 600. E, defendendo a manutenção do valor mais alto, estão parlamentares de partidos da oposição, mas também do chamado Centrão, e até do PSL, antigo partido do presidente Jair Bolsonaro.

Ao todo, 22 deputados concordam que o auxílio deve ser mantido até o fim do ano, mas discordam do novo valor. Confira:

André Janones – AVANTE
Áurea Carolina – PSOL
Charlles Evangelista – PSL
Dr. Frederico – PATRIOTA
Emidinho Madeira – PSB
Hercílio Coelho Diniz – MDB
Júlio Delgado – PSB
Lincoln Portela – PL
Marcelo Aro – PP
Margarida Salomão – PT
Mário Heringer – PDT
Newton Cardoso Jr – MDB
Odair Cunha – PT
Padre João – PT
Patrus Ananias – PT
Reginaldo Lopes – PT
Rodrigo de Castro – PSDB
Rogério Correia – PT
Subtenente Gonzada – PDT
Vilson da Fetaemg – PSB
Weliton Prado – PROS
Zé Silva – SOLIDARIEDADE

Outros 16 deputados federais mineiros concordam com a prorrogação do auxílio emergencial até o fim do ano e também com a mudança para o valor menor:

Aécio Neves – PSDB
Alê Silva – PSL
Domingos Sávio – PSDB
Eduardo Barbosa – PSDB
Eros Biondini – PROS
Euclydes Pettersen – PSC
Fábio Ramalho – MDB
Fred Costa – PATRIOTA
Gilberto Abramo – REPUBLICANOS
Junio Amaral – PSL
Lafayette de Andrada – REPUBLICANOS
Léo Motta – PSL
Lucas Gonzalez – NOVO
Mauro Lopes – MDB
Paulo Abi-Ackel – PSDB
Stefano Aguiar – PSD

Três deputados concordam com a prorrogação do auxílio emergencial, mas ainda não têm um posicionamento formado com relação ao novo valor:

Bilac Pinto – DEM
Franco Cartafina – PP
Greyce Elias – AVANTE

Há ainda a situação do deputado Tiago Mitraud – NOVO, que não tem um posicionamento formado sobre a prorrogação ou o valor do auxílio emergencial.

Dos 53 deputados mineiros, 11 não responderam aos questionamentos da Itatiaia. São eles:

Fonte: itatiaia

Deixe uma resposta

dez − 4 =