Economia

Preço médio da gasolina nos postos sobe 3,4%, para R$ 5,75 por litro na semana, aponta ANP

O preço médio da gasolina nos postos de abastecimento do País subiu 3,4%, para R$ 5,75 por litro na semana entre os dias 4 e 10 de fevereiro. Nos sete dias anteriores, na média, a gasolina custou R$ 5,56 ao consumidor final. As informações são da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis (ANP).

Como os preços praticados pela *Petrobras* aos distribuidores ficou estável nas *últimas semanas*, essa alta da gasolina nas bombas está diretamente ligada ao aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que incide sobre o insumo em todo o Brasil.

O valor fixo do imposto sobre a gasolina saltou de R$ 1,22 para R$ 1,37 por litro (R$ 0,15) a partir de 1º de fevereiro. Esta foi a primeira semana cheia de incidência da nova taxa, que é transferida pela cadeia ao consumidor final.

O aumento do imposto foi uma decisão do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) para recuperar a arrecadação dos Estados, após o corte feito em junho de 2022 pelo governo Jair Bolsonaro, que reduziu as então alíquotas a 18%. O decreto foi publicado no Diário Oficial da União ainda em outubro do ano passado.

Outro fator de influência para a alta no preço final da gasolina ao consumidor é o etanol anidro, que compõe 27,5% da mistura da gasolina comum e tem visto o preço nas usinas paulistas aumentar nas últimas semanas.

De 28 de dezembro até 2 de fevereiro, o etanol anidro acumula alta de 12,3%, com quatro altas e somente uma queda, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Escola Superior de Agricultura da Universidade de São Paulo (Cepea/Esalq-USP).

O preço médio da presente semana não havia sido publicado pela instituição até a publicação desta matéria. Por Estadão