Brasil

Com a CNH custando até R$ 3 mil, veja como tirar a habilitação de graça

434Visualizações

O valor total para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) aumenta a cada ano. Em alguns estados, o preço pago para obter o direito de dirigir pode chegar a R$ 3 mil. Considerando essa cifra, entende-se a dificuldade de muita gente não ter acesso à habilitação no Brasil.

Mas existem formas de obter a CNH de forma menos complicada. Uma delas é parcelando o valor total, suavizando seu impacto no bolso, ou então conquistando o direito à primeira carteira de motorista por meio do programa CNH Social. Veja a seguir como funciona essa iniciativa!

Programa CNH Social

Inicialmente, o programa CNH social foi idealizado em 2011 pelo Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT). O governo federal então acatou a ideia e iniciou a expansão do programa, que tem ajudado a população de baixa renda a tirar a primeira habilitação sem nenhum custo.

No entanto, de antemão, é preciso esclarecer que nem todos os estados são adeptos à prática da CNH Social. Antes de tudo, é importante o cidadão consultar no site do Detran da unidade federativa onde ele mora para saber se ela disponibiliza a oferta da carteira de motorista grátis.

Quais os requisitos para tirar a CNH grátis?

No geral, existem algumas regras que devem ser cumpridas pelos interessados no programa, que os torna elegíveis à habilitação sem custo. Confira abaixo:

  • Ser aluno de rede pública – no caso da modalidade para estudantes;
  • Estar desempregado há mais de um ano;
  • Possuir inscrição no Cadastro Único (CadÚnico);
  • Ter 18 anos ou mais;
  • Saber ler e escrever;
  • Ter renda familiar mensal de até 2 salários mínimos;
  • Ser beneficiário de algum programa social.

Dependendo do estado, alguns pré-requisitos podem ser exigidos ou não. É preciso que o candidato se atente às regras para garantir sua vaga no programa.

Algumas regiões também abrem vagas para quem é trabalhador rural, é portador de deficiência ou possui condições financeiras extremamente precárias, mas deseja ganhar a vida atrás do volante.

Outro ponto importante a ser reconhecido é que a inscrição no programa não dá garantia de recebimento da CNH Social, tendo em vista que costumam ser poucas as vagas disponibilizadas diante do número de interessados.

 

 

Fonte: editalconcursosbrasil