Assassinato

Policial se nega a pagar R$ 5 e mata flanelinha; 3 ficam feridos

193Visualizações

Um homem foi morto por um policial militar durante briga por uma vaga de estacionamento na Avenida Brás de Pina, na altura de Irajá, na Zona Norte do Rio. Sérgio Souza Júnior, de 40 anos, levou um tiro do cabo da PM Rogério Marques Nunes, que foi preso em flagrante. A vítima foi enterrada nesta segunda-feira (11).

O cabo Rogério Nunes estava de folga e de carona com um amigo. Testemunhas contaram que o cabo tinha saído de um bar e discutiu com dois flanelinhas porque se recusou a pagar R$ 5 pela vaga do carro na Avenida Brás de Pina.

Houve discussão e, segundo a PM, um guardador deu um soco no policial, que sacou a arma e atirou para se defender. Segundo uma testemunha, no entanto, o PM deu o primeiro soco, iniciando a briga, e depois atirou. Sérgio é tio de um dos flanelinhas – durante a madrugada, a primeira informação era de que ele era um dos flanelinhas envolvidos na confusão.

Socorrido no PAM de Irajá, Sérgio Souza não resistiu aos ferimentos. Os dois flanelinhas envolvidos na briga foram baleados. Um deles passou por cirurgia. O outro foi atendido e prestou depoimento durante a madrugada na Delegacia de Homicídios da capital.

Rogério foi preso por integrantes do Batalhão de Choque que foram chamados por moradores. Ele foi levado para a Delegacia de Homicídios da capital, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade.

Parentes e amigos das vítimas chegaram a fazer um protesto no local dos tiros e usaram caixotes para fechar a via temporariamente. A área foi liberada com a chegada de policiais militares do 41º Batalhão (Irajá).

Sérgio Souza morreu após discussão de PM com flanelinhas na Zona Norte do Rio — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Avenida Brás de Pina ficou com marcas de sangue no local onde PM atirou em flanelinhas — Foto: Reprodução/TV Globo

G1

Deixe uma resposta

15 − 10 =