Servidora da Prefeitura de Cuiabá, fisioterapeuta Samara Fonseca, de 32 anos, se suicidou no último domingo (3). A jovem deixa marido e um filho de três anos.

Conforme informações de amigos e familiares de Samara, ela sofria de depressão. “Infelizmente a minha sobrinha Samara Fonseca estava passando por dores terríveis na alma, lutando contra depressão. Essa doença ceifou a vida dela”, declarou um familiar.

De acordo com a Secretaria de Comunicação da Capital, Samara era servidora pública da Saúde desde 2008, e trabalhava como agente comunitária de saúde concursada no PSF Novo Millenium, durante o dia. No período noturno, ela ainda atuava como fisioterapeuta no hospital São Benedito.

 

 

 

 

 

 

 

 

VGNotícias